Decoração industrial: como utilizar em casa?

industrial7 1 897x494 - Decoração industrial: como utilizar em casa?

Apesar de ter nascido há algumas décadas, o estilo industrial ainda inspira muitas pessoas na hora de escolher como decorar um ambiente. A tendência começou a se popularizar entre as décadas de 1950 e 1970, e é inspirada nos galpões da cidade de Nova Iorque que, naquela época, começaram a ser vendidos como apartamentos residenciais.

ESTILO INDUSTRIAL3 - Decoração industrial: como utilizar em casa?
Estilo industrial brinca com o sofisticado e o rústico (Foto: Divulgação)

Ana Wasen, designer de produto, explica que esse tipo de decoração combina e brinca com elementos sofisticados e rústicos, uma vez que utiliza basicamente madeira, metal e concreto, além de deixar tijolos e tubulações aparentes. “Para trazer o estilo das fábricas para dentro de casa a dica é usar elementos metálicos, madeiras com acabamentos mais inacabados e apostar nas cores cinza e preto, e alguns artigos coloridos como pontos de destaque.Essa tendência já é realidade em diversos imóveis das grandes cidades brasileiras, mas também é perfeitamente aplicável em outros ambientes”, explica.

ESTILO INDUSTRIAL - Decoração industrial: como utilizar em casa?
Ferro e madeira estão presentes na maioria dos projetos que trabalham o estilo (Foto: Divulgação)

O projeto do arquiteto Helder Fornari para a residência de um jovem casal, com um filho adolescente, na Riviera de São Lourenço, em São Paulo, é um ótimo exemplo. O arquiteto valorizou o estilo urbano dos donos da casa. “Eles tinham muitos móveis de madeira (que gostavam muito), porém alguns eram até maiores que o espaço em si. Com essa base, minha ideia para essa reforma foi unir alguns móveis que eles tinham ao estilo industrial. Como a casa contava com muitas repartições, resolvemos mudar, deixando-a totalmente aberta, o que demandou uma reestruturação na parte dos fundos”, conta.

industrial7 1 - Decoração industrial: como utilizar em casa?
Projeto de Helder Fornari reestruturou todo o imóvel na Riviera (Foto: Divulgação)

Dada essa demanda, Helder solicitou que a viga que venceria esse vão fosse trabalhada com grandes porcas e parafusos, a fim de dar a ideia bruta do industrial sem perder a leveza, uma vez que a viga era relativamente estreita.

industrial6 - Decoração industrial: como utilizar em casa?
O urbano foi inserido através de aço, inox e vidro (Foto: Divulgação)

Este elemento demarcou a transição de ambientes, da área social para a cozinha. Daí partiu a ideia de “esquentar” a parte social com tijolos e os móveis de madeira e trazer o urbano com características industriais para a cozinha, utilizando aço inox e vidro. O calor dessa cozinha veio com o tom amarelo nestes vidros.

industrial5 - Decoração industrial: como utilizar em casa?
Escada recebeu um guarda corpo de vidro (Foto: Divulgação)

Para as bancadas, foi escolhido ardosia polida, que além de ter um valor excelente, tinha a tonalidade cinza que o arquiteto queria para dar link dos tons terrosos da madeira e tijolo com o inox e vidro, que viriam a seguir. Na área social, a escada que dá acesso ao mezanino (em madeira original da época), recebeu um guarda corpo de vidro fixado com botões de aço inox.

industrial4 - Decoração industrial: como utilizar em casa?
Lugar também é marcado pela funcionalidade e o aconchego (Foto: Divulgação)

Essa solução permite trazer o vidro para este uso, que é uma característica mais urbana que praiana e traz amplitude visual sem caracterizar a casa como um escritório, o que poderia ocorrer caso fosse utilizado inox ou alumínio nessa escada.

industrial - Decoração industrial: como utilizar em casa?
Projeto da residência de jovem casal (Foto: Divulgação)

A arquiteta Paola Cimarelli Landgraf diz que a tendência industrial e minimalista continua forte na arquitetura. Para a profissional, a madeira é ótima opção nesses estilos. Ela explica que a marcenaria aquece o ambiente mesmo quando é mesclado com metal ou pedras, presentes com frequência na decoração industrial. Ao optar por painéis e mobiliário destes materiais a dica está na escolha de uma boa mão de obra para a instalação, detalhe fundamental para garantir um bom resultado.

Para Paola, projetar peças sob medida ajudam no aproveitamento dos espaços. “Procuro escolher tamanhos modulares e soltos, facilitando a mudança da peça dentro da casa ou na hora da mudança. No caso da cozinha e área de serviço os armários são fixos e desenvolvidos conforme o tamanho do ambiente, dimensão dos equipamentos e necessidade do cliente”, pontua.

Quando o imóvel espaçoso tem dimensões pequenas, o arquiteto Gláucio Gonçalves utiliza todas as possibilidades para deixa-lo com o jeitinho do cliente. No projeto de um studio, em São Paulo, além de amplitude e a praticidade, o cliente também queria um ar industrial, que ele considera a sua cara. Ele mesmo pontuou que o revestimento da parede deveria ser cimento queimado. Para conferir o clima solicitado, Gláucio buscou os elementos ideais, como a estrutura metálica da estante e trilho preto no teto em cima da cama.

 

Confira algumas dicas:

Pendentes

É impossível falar de decoração industrial sem pensar em pendentes. Na cozinha, no quarto ou na sala, eles são marcas registradas do estilo. Abuse dos pontos de luz pendentes que são fundamentais para dar o clima urbano que essa tendência reproduz.

Móveis em madeira

A madeira também é um elemento que remete às fábricas americanas antigas. É possível utilizar os móveis mais sóbrios e até os mais modernos e lúdicos. Abuse da madeira nos racks, bancadas, aparadores e até nos objetos de decoração.

Tijolos, cimento e concreto

Se a estrutura da casa é feita de tijolos maciços, aproveite e deixe à mostra. A dica é remover todo o reboco e depois passar resina para proteger. Se o ambiente for pequeno, pinte com uma camada rala de tinta branca, tirando o excesso com um pedaço de pano. Também dá para investir em uma pintura que remete ao concreto ou em revestimentos que imitam madeira ou o próprio tijolinho aparente.

Cadeiras diversas

Neste estilo é muito comum utilizar móveis funcionais a favor da decoração. Escolha cadeiras em tons metálicos, estruturas de ferro e madeira. Bancos altos ou banquetas, esses materiais também dão o tom urbano e despojado que a decoração industrial pede.

Reaproveite materiais

O reaproveitamento de materiais também é uma característica comum da decoração industrial, desde cadeiras antigas de metal a tonéis de cerveja. Esse é um tipo de decoração que permite mesclar elementos e dar novas funcionalidades a cada um deles.

Join the discussion

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *