Fenearte 2019: a maior feira de artesanato do Brasil

arte feita em madeira

A Fenearte 2019 irá ajudar você, que  quer saber onde encontrar tapeçaria artesanal, mestres do couro, artesanato com retalhos, escultura de barro, artesanato com cerâmica, artesanato com papel e o melhor da cultura de Pernambuco.  A feira já começou e segue até o dia 14 de julho, no Centro de Convenções. Lá você vai encontrar:

  • Feira de artesanato
  • Alameda dos Mestres
  • Arte pernambucana
  • O que você vai encontrar
  • Programa do Artesanato Brasileiro
  • Praça de Alimentação
  • Para as crianças
  • Programação de Oficinas
  • Espaço Janete Costa
  • Programação Cultural
  • Horário de funcionamento
  • Fenearte 2019 ingressos
  • Ponto de vendas de ingressos
  • Como chegar
  • Estacionamento
  • Quem faz a Fenearte

Feira de artesanato

A feira Fenearte 2019 está instalada no Pavilhão do Centro de Convenções, em Olinda, com 5 mil expositores, em 800 espaços, numa área de 30 mil m². O Governo do Estado de Pernambuco investiu R$ 5,5 milhões para o evento. Em 2019, o pavilhão reúne 82 representações de prefeituras locais, além de 300 estandes de expositores pernambucanos.

Fenearte 2019 Pessoas em frente ao estande
Diversidade de produtos é destaque na feira de artesanato Crédito: Divulgação

Alameda dos Mestres

Assim que chegar, você passará pela alameda onde estão à venda peças do artesanato de Pernambuco. São 64 estandes de mestres reunidos. Objetos dos mais variados tamanhos, em diferentes materiais: couro, palha, barro, madeira e reciclados, artesanato com cerâmica. É bom não deixar de conferir esses espaços. Para facilitar sua visita, confira tudo no APP Fenearte.

APP Fenearte 2019

Para ganhar tempo, instale o aplicativo de artesanato APP Fenearte, onde estão toda a programação e os serviços. Ele está disponível no APP Store para dispositivos móveis (smartphones e tablets compatíveis para Android e iOS).

Fenearte 2019 mestres ao lado de bonecos coloridos de madeira
Arte popular é a grande dona da Fenearte Crédito: Divulgação
Imagem de uma carranca em madeira em destaque na alameda dos mestres
Mestres do artesanato são homenageados na feira Crédito: Divulgação

Imagem de um grupo de estudantes com celular na mão mostrando o app Fenearte 2019
Estudantes de Garanhuns criaram aplicativo para a Fenearte 2019 Crédito: Divulgação

Arte pernambucana

Além de exaltar a arte pernambucana, a a maior feira de artesanato da América Latina também traz uma programação selecionada pela Fundarpe com apresentações de grupos artísticos de várias regiões do Estado. A diversão também está garantida para as crianças, com Teatro Infantil e atividades recreativas da Escolinha de Arte do Recife. A programação completa está no site da Fenearte.

Imagem de uma artista pintando com as crianças na Fenearte 2019
Quem for à Fenearte com crianças vai encontrar diversão garantida Crédito: Divulgação
Imagem na Fenearte 2019 crianças em volta de uma mesa, desenhando e pintando
Arte é também uma opção para público infantil na Fenearte Crédito: Divulgação
Palco Fenearte 2019 interagindo com as crianças
Programação traz atrações especiais para as crianças Crédito: Divulgação

Fenearte 2019: O que você vai encontrar

Quer saber o que você vai poder desfrutar enquanto visita a feira? A Fenearte 2019 tem estandes e atrações na área interna e na área externa do pavilhão.

Objetos africanos na Fenearte 2019
Todos os tipos de produtos artesanais estão na feira Crédito: Divulgação
Colares feitos em pedra e corda Fenearte
Cultura popular abre espaço para artistas de todo o mundo Crédito: Divulgação
Imagem Fenearte 2019 de bonequinhas de barro coloridas
Artesanato é o carro chefe da maior feira de artesanato da América Latina Crédito: Divulgação

Área externa

Espaço Janete Costa, Balcão de Informações, Salão de Arte Popular Ana Holanda, Salão de Arte Popular Religiosa, Galeria de Reciclados, Chapéu de Palha, Fenearte Cidadania e Bilheterias.

Área interna

Alameda dos Mestres, Expositores Individuais de Pernambuco, Programa do Artesanato Brasileiro (PAB), Prefeituras e Associações de Pernambuco, Escolinha de Arte do Recife, Expositores Individuais de outros estados, Sebraes, Internacional, Fenearte Solidária, Praças de Descanso e Praça de Alimentação com o palco.

Programa do Artesanato Brasileiro (PAB)

O Programa do Artesanato Brasileiro (PAB) mostra a produção artesanal do país, além dos expositores individuais de todas as regiões do Brasil. Tudo em um só lugar. O setor internacional conta este ano com 21 países ocupando 40 estandes.

Imagem de uma arara colorida e objetos em madeira
Programa do Artesanato Brasileiro (PAB) incentiva artesãos Crédito: Divulgação
Imagem de peças de artistas do Egito no estande
Para colecionadores, a Fenearte também é excelente opção
Crédito: Divulgação
Imagem de uma arara colorida e objetos em madeira
Programa do Artesanato Brasileiro (PAB) incentiva artesãos Crédito: Divulgação

Praça de Alimentação

Na Praça de Alimentação estão disponíveis 14 restaurantes. Para refeições rápidas e lanches, ao longo do percurso, os visitantes encontram cinco food bikes, 18 estandes e quatro quiosques de alimentação artesanal. No mezanino, as opções são o Bar Seu Boteco, com ótimos petiscos, e o polo de cervejarias artesanais. No piso inferior, uma cafeteria serve tapiocas.

Imagem de vendedora de pastel na feira
Legenda: Vai de pastel também, que a Fenearte tem
Crédito: Divulgação
Imagem de uma pessoa comprando comida
Legenda: Diversidade de sabores na praça de alimentação
Crédito: Divulgação
Imagem de uma baiana vendendo acarajé no estande da Praça
Legenda: Para quem ama acarajé, comida baiana na Praça de Alimentação
Crédito: Divulgação

Para as crianças

A organização do evento repete pelo segundo ano a Fenearte Cidadania, atendendo até 100 crianças por dia, com atividades educativas e culturais. O espaço oferece exibição de filmes, apresentações teatrais, oficinas e contação de história.

Imagem de duas meninas interagindo na Fenearte 2019
Legenda: Entre as atrações para os pequenos, contação de histórias
Crédito: Divulgação
Orientadora ensinando crianças a fazer alfenim na Fenearte 2019
Legenda: Na feira de artesanato as crianças colocam a mão na massa
Crédito: Divulgação

Programação de Oficinas da Fenearte 2019

Procurando oficinas na Feira de artesanato?  Ela está com opções para todos os gostos. Do Bordado Livre a Mini Estandartes. Dá uma olhada e não perde tempo!

SIM Tabela Fenearte - Fenearte 2019: a maior feira de artesanato do Brasil

Horário de funcionamento

A 20ª Fenearte acontece de 03 (quarta-feira) a 14 de julho (domingo) no Centro de Convenções de Pernambuco.

  • Das 14h às 22h: de segunda a sexta-feira
  • Das 10h às 22h: sábado e domingo

Feira Fenearte 2019 ingressos

A feira trabalha com valores diferenciados para alguns públicos. Veja se você se enquadra em algum deles e aproveite o desconto.

Meia entrada para estudantes, crianças de até 12 anos, professores e pessoas com mais de 60 anos

  • Valores dos ingressos de segunda a quinta: R$ 10 (inteira) R$ 5 (meia)
  • Valores dos ingressos sexta, sábado e domingo: R$ 12 (inteira) R$ 6 (meia)
Imagem de pessoas comprando ingressos para a Fenearte 2019
Bilheteria do pavilhão do Centro de Convenções Crédito: Divulgação

Espaço Janete Costa

Localizado próximo à bilheteria da Fenearte, traz artesanato e design e o seu uso na decoração. Você também vai encontrar uma pequena mostra decorativa com sala, estar, quarto e terraço. Novos designers pernambucanos assinam o mobiliário dos ambientes, entre eles. Lá também acontecem palestras, que você pode conferir abaixo.
Palestra no Espaço Janete Costa Fenearte 2019
Espaço Janete Costa traz palestrantes para falar de arte, decoração e design Crédito: Divulgação

Veja a Programação de Palestras da Fenearte 2019

A maior feira de artesanato da América Latina também abre espaço para palestras imperdíveis. Abertas ao público, entre 04 e 11 de julho, falam sobre design, artesanato, sustentabilidade, artes plásticas, curadoria e moda. São gratuitas, com duração de 60 minutos e capacidade para 70 pessoas sentadas. Para participar, basta retirar a senha de acesso no local, uma hora antes do início.

  • Dia 04 (quinta-feira) Design
    18h-Zizi Carderari (SP)-Apresentação do Projeto Sertões Pernambuco
    Jornalista de decoração e designer têxtil com trabalhos com artesãos;
  • Dia 05 (sexta-feira) Artesanato
    16h –Marcia Kemp (SP)- Nannacay e Ária Social
    Empresária e Estilista;
    18h-Renan Quevedo (SP)-100 mil Km de buscas por artistas populares brasileiros
    Novos para Nós: Pesquisador da Arte Popular Brasileira;
  • Dia 06 (sábado) Decoração
    16h-Mauricio Arruda (SP)- Design, Inovação e Sustentabilidade
    Arquiteto, designer de produto e apresentador do Programa Decora;
    Lançamento do livro Decora
  • Dia 08 (segunda-feira) Curadoria
    16h –Ronaldo Fraga (MG)- Mentoria com novos criadores de Pernambuco
    Estilista, designer de moda, autor de livros.
    18h -Adélia Borges (SP)-A valorização do artesanato no contexto internacional
    Curadora e historiadora do design e artesanato;
  • Dia 09 (terça-feira) Design Artesanal
    16h –Coletivo Tuia (PE)–A Valorização e Expansão do Design de produto de Pernambuco.
    Jovens designers
    18h –Claudia Albino (PT)-Design e artesanato na significação dos lugares portugueses
    Professora, doutora em Design. Universidade de Aveiro;
  • Dia 10 (quarta-feira) Projeto Cultural / Design e Artesanato
    16h –Projeto Dumar (PB)- Um Olhar poético sobre a Paraíba
    Danielle Jensen, Jessier Quirino e Renata Gadelha
    18h –Simone Quintas (MG)-Semana Criativa de Tiradentes.
    Jornalista e coordenadora geral da Semana Criativa de Tiradentes;
  • Dia 11 Curadoria e Artes Plásticas
    16h –Lúcia Santos (PE) -Olhar ao Redor
    Galerista da Amparo 60;
    18h –Fernando Cocchiarale (RJ)- Arte Contemporânea, Novas Mídias e Meios Artesanais
    Filósofo, professor, curador;
  • Dia 12 Artes Visuais
    18h –Branca de Oliveira (SP)- A natureza singular da criação artística e sua relevância como ato de resistência em tempos sombrios.
    Professora da ECA / USP de Artes Visuais.

Programação Cultural

Acesso ao estacionamento do Cecon ocorrerá apenas pela Av. Agamenon Magalhães. A saída será feita pela Av. Professor Andrade Bezerra (continuação da Estrada de Belém). São oferecidas 3.500 vagas no Centro de Convenções e na Fábrica Tacaruna. Os carros de passeio pagam R$ 8, das 7h à 0h.

SIM Tabela Fenearte 2 - Fenearte 2019: a maior feira de artesanato do Brasil

Pontos de vendas de ingressos

Você pode comprar o seu ingresso da Fenearte 2019 na própria bilheteria do pavilhão ou garantir antes, para não precisar passar por filas e poupar tempo para aproveitar mais as atrações.

Como chegar

Caso você não queira ir de carro, a organização da feira oferece duas opções: Traslado e o Expresso Fenearte RioMar.

Traslado

Saindo do Shopping Tacaruna– Serviço de micro-ônibus gratuitos a cada 15 minutos, do Shopping Tacaruna até o Centro de Convenções. Dias da semana (das 13h às 23h). Sábados e domingos (das 9h às 23h).

Expresso Fenearte 2019 no RioMar

Micro-ônibus com saída do RioMar Shopping levando passageiros até o Centro de Convenções (gratuito). O serviço funciona das 13h às 23h, de segunda à sexta-feira, e das 9h às 23h, nos finais de semana. Saída do estacionamento do centro de compras (próximo ao Diagmax) com destino ao evento. O pagamento do estacionamento no shopping não será progressivo. O intervalo entre uma viagem e outra será de 30 minutos, de acordo com a demanda de passageiros.

Imagem de pessoas circulando nos corredores da feira de artesanato Fenearte 2019
Público que vai até a Fenearte tem opções de traslado Crédito: Divulgação

Estacionamento

Acesso ao estacionamento do Cecon ocorrerá apenas pela Av. Agamenon Magalhães. A saída será feita pela Av. Professor Andrade Bezerra (continuação da Estrada de Belém). São oferecidas 3.500 vagas no Centro de Convenções e na Fábrica Tacaruna. Os carros de passeio pagam R$ 8, das 7h à 0h.

Quem faz a Fenearte 2019

A Fenearte é uma realização do Governo do Estado, através do Programa do Artesanato de Pernambuco (PAPE), Agência de Desenvolvimento de Pernambuco (AD Diper) e pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico do Estado (SDEC). Chega à sua 20ª edição como grande exemplo de valorização da nossa cultura e dos nossos artistas. Resistência da manifestação artística popular, que vem a cada ano encantando mais gente.

Gostou do nosso conteúdo? Quer sugerir alguma pauta? Deixa o teu comentário!

Join the discussion

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *