Sintonia entre arquiteto e cliente no desenvolvimento dos projetos, vira tema de livro

Livro José Roberto Gouveia  JRG 897x494 - Sintonia entre arquiteto e cliente no desenvolvimento dos projetos, vira tema de livro

Foi lançado esta semana o livro “Arquitetura para a vida das pessoas”, do arquiteto José Roberto Gouveia. Escrito durante um ano, a publicação apresenta uma coletânea de apontamentos que o autor vinha produzindo há aproximadamente seis anos sobre questões que envolvem o processo arquiteto-projeto-cliente.  “A relação entre o cliente e o arquiteto, que se estabelece durante o processo de projeto, sempre me interessou, por compreender que é da sua qualidade que vai sair um resultado mais ou menos satisfatório para as duas pessoas envolvidas”, conta José Roberto.

Livro José Roberto Gouveia _JRG
O livro “Arquitetura para a vida das pessoas”, do arquiteto José Roberto Gouveia (Foto: divulgação).

O livro aborda a experiência entre o profissional e quem o contrata, mas sua intenção não é abarcar todo o assunto relacionado à questão na publicação, mas esclarecer alguns pontos que vão influenciar no projeto a ser executado na construção da casa. Sobre o objetivo que pretende alcançar com a obra, ele explica: ” O primeiro foi organizar esses pensamentos para mim mesmo e depois poder transmiti-los para os outros, em especial, o cliente. Algumas pessoas na posição de clientes já leram o livro e as respostas me satisfizeram muito pois o que pude compreender foi que a obra conseguiu abrir caminhos de compreensão das coisas mais básicas para as quais muitas vezes não atentamos e também vi aflorar muita sensibilidade entre essas pessoas. Todos queremos compreender e ser compreendidos. Então se esse livro consegue tocar o cliente já me dou por satisfeito”.

foto do livro de José Roberto Gouveia REVIT_-__08A_-_DA_BASE_TEMPLATE.rvt_2018-Mar-30_10-43-40PM-000_Vista_3D_5
O livro esclarece alguns pontos que vão influenciar no projeto a ser executado na construção da casa (Foto: divulgação).

Quando questionado sobre o que falta evoluir na relação entre arquiteto e cliente, o autor explica, ” É preciso ainda mais empatia. Estarmos mais disponíveis para enxergar o outro para além das nossas ideias preconcebidas e formatadas pelo hábito. Cada pessoa é única e o tratamento deve ser único. Cada projeto e cada edificação serão inevitavelmente personalíssimos”. José Roberto Gouveia ainda conta sobre qual o principal ensinamento que ele retira de todos os contatos que teve com clientes durante o processo de concepção da obra. ” O de que as pessoas querem ser reconhecidas como são. Querem ser identificadas pelas suas características únicas e que tudo isso se reflita no projeto de arquitetura e depois na edificação construída. A elas só interessa, verdadeiramente, aquilo que lhes confere vitalidade e as faz sentir pulsantes e estimuladas”.

o arquiteto e escritor José Roberto Gouveia IMG_0853
O arquiteto e escritor José Roberto Gouveia (Foto: divulgação).

Para o futuro, o arquiteto adianta que já existem novos planos, “Já tenho trabalhos em andamento. Sempre voltados para a arquitetura, os modos de vida do homem e como a vida pode ser melhor”.

 

Serviço:

*A compra do livro pode ser feita por direct no perfil do arquiteto : @jrgestudio

 

One comment

  • Sou Engenheiro Arquiteto formado pela UFMG em 1966, registrado em 1967, moro no Sul de Minas em Varginha, e atuo a 51 anos no Brasil todo com projetos de Arquitetura e Urbanismo, Projetos complementares, Consultorias, Palestras e fui professor Universitário por 22 anos na Fepesmig, Unifenas, Unis de Varginha. Tenho mais de 1.600 projetos registrados e 1.800.000 m2 s de obras executadas de todos os portes. Tenho um livro didático escrito sobre ” ARQUITETURA – COMO SER UM ARQUITETO” Pretendo lançar este livro mas estou com dificuldades de uma EDITORA para publicar o mesmo. Gostaria de uma indicação e uma possibilidade de patrocínio de alguma firma que possa interessar. Informações a meu respeito pode ser feita na AVEA (Associação Varginhense de Engenheiros e Arquitetos) da qual sou um dos fundadores em 1982 que possue mais de 250 associados. Varginha é uma das cidades Polo do Estado e tem profissionais de altíssimo gabarito em todas as áreas , deveria ser mais divulgada pelo CAU/MG, mas não sabemos por que não é. Se possível gostaria de uma resposta através de meu email.

Join the discussion

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *