revistaSIM restaurante ibirapuera capa
revistaSIM restaurante ibirapuera capa

A arquitetura e paisagismo do Restaurante Selvagem no Ibirapuera

O trabalho de arquitetura e paisagismo realizado no projeto do Restaurante Selvagem, no Parque do Ibirapuera, em São Paulo foi o primeiro projeto concretizado e já em funcionamento dentro de um plano maior de revitalização do grandioso e tradicional Parque do Ibirapuera. 

svg%3E - A arquitetura e paisagismo do Restaurante Selvagem no Ibirapuera
O escritório Plantar Ideias é o responsável pelo projeto (Foto: Arthur Sayeg).

Rodeado por uma vegetação nativa e por espécies escolhidas a dedo, o empreendimento, que chama a atenção dos apreciadores do parque e da gastronomia, emerge entre as árvores, folhagens e flores que crescem na ampla área verde paulistana (também chamado carinhosamente de Ibira) e que engloba mais de 150 hectares em plena região centro-sul da capital paulista.

O projeto é do escritório Plantar Ideias, dos arquitetos Luciana Pitombo e Felipe Stracci, e por lá o trabalho empreendido no projeto de arquitetura e paisagismo foi conduzido pela essência da projeção da paisagem urbana, que traz sempre a assinatura da própria natureza. Com a tropicalidade no cenário externo, os profissionais acreditam na mudança da relação das pessoas com a cidade onde vivem.

“O fato do Parque do Ibirapuera ser tombado também tornou nosso olhar para o projeto o mais delicado possível. A delicadeza da revitalização que propusemos à edificação se revela com a integração entre a arquitetura e natureza, paisagismo e iluminação, originando uma atmosfera lúdica e de imersão na paisagem do local”, explica Felipe Stracci, diretor de Arquitetura e Design da Plantar Ideias, sobre a atuação que reforçou o cuidado com a preservação do patrimônio e o intuito de revivescer o ambiente.

Os detalhes do projeto do Restaurante Selvagem

svg%3E - A arquitetura e paisagismo do Restaurante Selvagem no Ibirapuera
O Restaurante Selvagem é rodeado pela natureza (Foto: Arthur Sayeg).

As mudanças partiram de uma edificação já existente e suas alterações foram efetuadas dentro desse espaço já demarcado, onde existia uma estrutura de banheiros públicos, uma pequena lanchonete e um deck cimentado. “O local sempre foi muito integrado com a mata e a natureza do Parque, porém não tirava partido dessa relação. O intuito da reforma foi o de qualificar o espaço e reintegrá-lo com a natureza e ao convívio do parque”, revela Luciana Pitombo, diretora de Projetos.

Para o Selvagem, a proposta incluiu a ampliação da área do deck de madeira, por meio de uma estrutura que o manteve suspenso ao solo. Além de manter a permeabilidade, as alterações da estrutura incluíram a ampliação da cozinha, um novo layout para os sanitários e outros detalhes fundamentais para manter a capacidade do espaço de acordo com as normativas vigentes de acessibilidade.

svg%3E - A arquitetura e paisagismo do Restaurante Selvagem no Ibirapuera
O local tem capacidade para receber 230 pessoas (Foto: Arthur Sayeg).

 foco na remodelação interna acompanhou o olhar atento quanto às questões normativas de acessibilidade do restaurante, que apresenta capacidade máxima para 230 pessoas. Na planta baixa que compreendia uma estrutura de lanchonete, o projeto da Plantar Ideias promoveu a ampliação da área total por meio da mudança de layout dos sanitários e novas aberturas que deram visibilidade para a uma cozinha, completamente modernizada e equipada para atender as demandas do novo restaurante.

No que diz respeito aos materiais, a reforma se orientou na manutenção das características existentes, incorporando pisos técnicos e itens mais robustos

A parte externa do restaurante também é outro atrativo, que ganhou uma cobertura de estrutura metálica com acabamento na cor preta. A sobriedade do projeto garante que a natureza ganhe o maior destaque na paisagem e a cobertura de policarbonato dialogue com a luminosidade natural, deixando que ela entre e faça sua harmonização com os toldos retráteis de tecido.

O paisagismo do Restaurante Selvagem

svg%3E - A arquitetura e paisagismo do Restaurante Selvagem no Ibirapuera
O restaurante é cercado pela natureza (Foto: Arthur Sayeg).

O conhecimento botânico é outra vertente do trabalho dos arquitetos do Plantar Ideias, que escolheram, a dedo, cada espécie que integrada na paisagem, criando ambientes orgânicos e com um ecossistema próprio. “Nosso pensamento foi propiciar privacidade e integrar, ao máximo, o restaurante ao parque”, enfatiza Felipe. Situado em uma zona de bosque, com uma abundante área sombreada por árvores de grande porte como as Figueiras (Ficus elastica), os arquitetos investiram em espécies nativas de Philodendrons (pinnatifidum) e Antúrios (Affine) que completam a cena com folhagens grandes e exuberantes, bem adaptadas a esta situação de sombra. 

svg%3E - A arquitetura e paisagismo do Restaurante Selvagem no Ibirapuera
O lago rodeado de vegetação chama a atenção de quem frequenta o local (Foto: Arthur Sayeg).

Para reforçar o contexto silvestre da Mata Atlântica, o paisagismo implementado também envolveu espécies com perigo de extinção, como as Palmeiras Patis (Syagrus botryophora). “Definimos sua presença na face do restaurante com maior presença do sol. Estas palmeiras são muito leves e possuem uma textura linda, criando uma composição muito tropical”, completa o diretor de Arquitetura e Design da Plantar Ideias.

Para finalizar, o restaurante conta com um lago rodeado por begônias, samambaias, bromélias e cheio de peixes. “O frescor e o movimento da água criam um pequeno oásis em meio ao bosque no parque”, arremata Luciana. 

No nosso site, você pode conferir também outros projetos de restaurantes. Confira aqui!

Zeen is a next generation WordPress theme. It’s powerful, beautifully designed and comes with everything you need to engage your visitors and increase conversions.