Soluções sustentáveis fazem a diferença no Refúgio Arbor

Casacor Pernambuco 2019

Paulo Carvalho e Luiza Nogueira são os responsáveis pelo projeto Refúgio Arbor, que propõe o contato com a natureza e traz inovações tecnológicas com soluções sustentáveis para uma experiência viva, interativa e sensorial.

O ambiente – que leva o nome da marca de cortinas e persianas Arbor – aposta na cultura da inovação, buscando a transformação a partir do interior de cada indivíduo. Com sustentabilidade e tecnologia aliadas, o espaço usa madeira de reflorestamento, telhas de fibras vegetais e as cortinas produzidas com matérias-primas recicláveis a fim de criar um lugar de refúgio e contemplação.

Os arquitetos dão um novo uso à antiga piscina do Casarão 17 de Agosto, indo além da superfície e transformando-a em um espaço de reflexão. A ideia é proporcionar um mergulho diferente: no lugar de água, o ambiente leva a uma imersão no conhecimento.

Casacor Pernambuco 2019
Casacor Pernambuco 2019 – Crédito de fotos: Paulo Duca

Um labirinto feito de cortinas translúcidas indica a trilha do Refúgio, que começa descendo as escadas. Com apenas silhuetas à mostra, a ideia é despertar a curiosidade da descoberta e provocar o descortinar pelo visitante.

A estrutura é feita de LVL, da Ekomposit, uma madeira de reflorestamento também conhecida como madeira laminada, que substitui o aço. A cobertura do espaço ficou por conta das telhas ecológicas da Onduline, que são produzidas com fibras vegetais, e o forro do teto é da Arauco, que utilizou Western, um padrão de madeira rústica em tábuas do tipo siding, com textura de madeira jateada, característico das construções do oeste norte-americano.

No entorno do ambiente também estão presentes os vidros refletivos da Vivix, com proteção solar, que proporcionam uma boa sensação térmica e, consequentemente, reduzem a necessidade do uso do ar-condicionado.

Dentro do ambiente predominam tons neutros, com cores que remetem à natureza, como verde presente no piso vinílico da Refinare, o cinza e os detalhes em azul. O aspecto natural fica ainda mais evidente com os espaços de vegetação que remetem ao mangue, feitos pela artista plástica Naiade Lins, além do paisagismo, realizado pela Villa Garden.

Casacor Pernambuco 2019
Casacor Pernambuco 2019 – Crédito de fotos: Paulo Duca

O ambiente conta ainda com uma sonorização, que ficou a cargo de Zéfiro, a partir de uma playlist feita exclusivamente para o Refúgio Arbor e que oferece uma verdadeira imersão no espaço, numa experiência sensorial com som, imagem e aromatização. Já o projeto de luz ficou por conta da Light Design e ressalta a estrutura de madeira, proporcionando uma sensação de aconchego ao local.

Os móveis, pensados especialmente para o espaço, foram feitos com madeiras de reflorestamento pela Bunker Design, além dos balanços em fibra, da Ovoo.

Casacor Pernambuco 2019
Casacor Pernambuco 2019 – Crédito de fotos: Paulo Duca

Entre as experiências que o visitante pode vivenciar no Refúgio Arbor, as oficinas de robótica em parceria com o Instituto MEmaker — projeto socioeducativo voltado para inovação com o objetivo de despertar o interesse na tecnologia e na arte, e que realiza um trabalho social com jovens de comunidades carentes, com idades entre 13 e 17 anos.

O jovens do MEmaker foram os responsáveis por desenvolver um chatbot Tina, que responderá às perguntas mais frequentes realizadas à empresa, além de um guia de ligação no ambiente.

Saiba mais em Casacor Pernambuco 2019

Join the discussion

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *