Cores vibrantes e sofisticação no Living Coral

Casacor Pernambuco 2019

A arquiteta Ana Cristina Cunha é a criadora do Living Coral, um ambiente pensado para reunir família e amigos. O espaço também lança a Cor Coral 2020, por isso mesmo o ambiente faz a cor abraçar o visitante.

A preocupação com o design e o mobiliário são um convite para desacelerar em meio à rotina do dia a dia, e procura mostrar que é possível usar a cor vibrante como uma opção acessível para criar um ambiente sofisticado.

Nos 120m² do espaço, a arquiteta traz toda a sua experiência e criatividade como veterana em sua quinta participação na CASACOR PERNAMBUCO 2019. Ana opta por uma composição que mescla nas paredes os tons cinza, verde e terra, além da mistura de texturas também nas paredes, chão, móveis e decoração.

Casacor Pernambuco 2019
Casacor Pernambuco 2019 – Créditos das fotos: Denilson Machado

Na área externa, o mobiliário tem uma pegada primitiva com materiais in natura modelados com o toque humano. As pedras dos móveis, da bancada e do tampo de mesa também estão sendo utilizadas com as suas próprias irregularidades, a fim de manter o ar rústico e natural das peças.

De acordo com Ana Cristina: “A proposta é fazer com que o ambiente seja um local agradável, em que as pessoas relaxem a ponto de se desconectar do mundo”, explica. Na área interna, a profissional projetou um living completo, com destaque para as paredes: “Criei painéis em sobreposição nas paredes para que o visitante possa perceber como a tinta pode ser trabalhada com elegância”, detalha a arquiteta.

Ana Cristina fez a curadoria do mobiliário, dos objetos e das obras de arte em função da paleta de cores das paredes. As peças escolhidas são em vidro e na cor branca. Já as telas exaltam a arte de artistas brasileiros – Manoel Veiga, Bruno Vilela e Jorge Souza – que ganham molduras pretas que acabam destacando ainda mais as obras.

Casacor Pernambuco 2019
Casacor Pernambuco 2019 – Créditos das fotos: Denilson Machado

A arquiteta explica que os objetos são parte fundamental do Living Coral: “Os objetos dão personalidade ao ambiente. Eles precisam ter diálogo com o espaço, proporções, desenho e materiais que tragam harmonia”, explica a arquiteta.

Também seguindo o tema central proposto pela 22ª edição da CASACOR PE, a obra do Living Coral preza pela sustentabilidade. A arquiteta desenvolveu ao máximo uma construção seca, com o mínimo de resíduos.

Na área externa, a estrutura metálica minimiza as sujeiras de uma construção: “Todas as paredes são de drywall, que também é uma construção limpa”, conta Ana Cristina. Feita de vidro, a cobertura permite uma grande entrada de luz natural, além do contato com a paisagem externa.

Casacor Pernambuco 2019
Casacor Pernambuco 2019 – Créditos das fotos: Denilson Machado

É importante ressaltar que todo o material do Living Coral vai ser realocado depois. Assim como as pedras que estão sendo usadas ao natural, todos os objetos não sofreram alterações: “Optamos por não cortá-los para que possam retornar ao distribuidor da mesma forma que saíram das pedreiras, assim poderão ser vendidos ao consumidor final sem modificações ou prejuízos”, explica a profissional.

O Living Coral conta ainda com parceiro especiais, entre eles: Tintas Coral; Finni; Daluz; Itálica; Morhar; Villa Garden; Marmorart; Cosentino; Cerâmica Elizabeth; Deca; Eletromec; LG e Vivix Vidros.

Join the discussion

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *