AGY1989 ok - Casa em madeira une o inusitado ao conforto

Casa em madeira une o inusitado ao conforto

Extrair da madeira a elegância de troncos nobres, imprimindo personalidade e conforto aos ambientes. A casa projetada pelo arquiteto Anderson Muniz, em Itamambuca (Ubatuba), litoral de São Paulo, traz essas características e detalhes incríveis de criatividade, inovação e sustentabilidade.

180518 Zé Itamambuca 1758 HDR - Casa em madeira une o inusitado ao conforto
Conceito modernista e praticidade regem o projeto (Foto: Ale Rodrigues)

A residência tem um conceito modernista com ambientes integrados e área de estar/lazer ampla. Os materiais aplicados foram pensados na praticidade de uma casa de praia, como piso de mármore serrado em toda área comum do térreo e banheiros. “O material é  antiderrapante, de textura muito agradável e com secagem rápida”, explica o arquiteto.

180518 Zé Itamambuca 1507 HDR Editar - Casa em madeira une o inusitado ao conforto
Piso de mármore serrado em toda área comum do térreo e banheiros (Foto: Ale Rodrigues)

Nos quartos e no home theater Anderson usou pisos de madeira de reuso e  taco palito, forro e brises de madeira cumaru, caixilharia de alumínio e toda a estrutura metálica com galvanização a quente – devido às intempéries do lugar. “A estrutura veio pronta e foi toda parafusada no local, isso possibilitou limpeza na obra e velocidade na execução”, conta o autor do projeto.

180517 Zé Itamambuca 1413 Editar - Casa em madeira une o inusitado ao conforto
A luz natural é bem aproveitada durante todo o dia (Foto: Ale Rodrigues)

Preocupado com a sustentabilidade, Anderson também inclui uma usina fotovoltaica, reuso de águas e automação em toda iluminação, piscina, ar condicionado e persianas. “A casa foi pensada para que não fosse preciso o uso de ar condicionado devido a circulação cruzada de ar”, reforça.

180517 Zé Itamambuca 1361 HDR - Casa em madeira une o inusitado ao conforto
Casa possui usina fotovoltaica, reuso de águas e automação em toda iluminação (Foto: Ale Rodrigues)

 

Escada suspensa na árvore

Ao projetar a casa de Itamambuca, Anderson buscou um desenho alegre, livre de muitas paredes, um lugar aberto às belezas e riquezas naturais do local e que acolhesse bem o casal de proprietários e os seus filhos e netos. Para esse centro de reunião familiar, com 1100 m², cada detalhe foi pensado com muito cuidado.

escada - Casa em madeira une o inusitado ao conforto
Tronco foi “plantado” no centro da casa, servindo de base para a escada (Foto: Ale Rodrigues)

Por isso, ao pensar numa solução para a escada, que seria erguida no centro do imóvel, Anderson pensou no gaúcho Hugo França. Desde o final dos anos 1980, ele desenvolve “esculturas mobiliárias” (expressão usada primeiramente pela crítica Ethel Leon e adotada pelo designer, por sua precisão em descrever a produção que ele executa a partir de resíduos florestais e urbanos – árvores condenadas naturalmente, por ação das intempéries ou pela ação do homem).

As peças criadas pelo designer nascem de um diálogo criativo com a matéria-prima: tudo começa e termina na árvore. Ela é a sua inspiração; suas formas, buracos, rachaduras, marcas de queimada e da ação do tempo provocam sua sensibilidade e o conduzem a um desenho cuidadosamente escolhido, uma intervenção mínima que gera peças únicas.

AGY1976 ok - Casa em madeira une o inusitado ao conforto
Escada parece nascer do tronco de angico preto, com formas orgânicas e estrutura robusta (Foto: Ale Rodrigues)

Quando recebeu o convite para criar uma escada diferente para uma casa na praia Hugo diz ter se sentido desafiado e com a criatividade aguçada. “Queria algo que fosse novo e, ao mesmo tempo, tivesse a minha marca registrada: a natureza nua e crua como protagonista”, lembra.

O artista sugeriu um belo tronco, que viesse de uma árvore que já estivesse caída, para servir de estrutura para o encaixe de degraus em seu entorno, compondo com harmonia e grandiosidade o projeto assinado por Anderson.

Foi a campo e, depois de um mês de buscas com a ajuda de um parceiro, morador da região, localizou, na Mata Atlântica, um Angico Preto monumental, com formas orgânicas e estrutura robusta. A madeira foi cortada nas proporções solicitadas, em torno de 10 metros de altura, e depois foi arrastada pela mata até chegar ao lugar de onde seria rebocada.

AGY1989 ok - Casa em madeira une o inusitado ao conforto
Metal e madeira bem casados na escada (Foto: Ale Rodrigues)

Tanto empenho não poderia ter outro resultado: a maior peça interna que o artista já produziu. A árvore, que estava caída pela região, entrou imponente na casa. Ganhou nova função. A casa com estrutura metálica e linhas geométricas acolheu muito bem suas formas orgânicas, curvas dignas de uma escultura no centro da sala.

Zeen is a next generation WordPress theme. It’s powerful, beautifully designed and comes with everything you need to engage your visitors and increase conversions.

Leia Mais
1 Marca CAU PE 390x390 - Casa em madeira une o inusitado ao conforto
CAU PE: conheça o Conselho de Arquitetura e Urbanismo de Pernambuco