revistasim fenearte 2022 capa
revistasim fenearte 2022 capa

Saiba todos os detalhes da 22ª FENEARTE que este ano homenageia o Manguebeat

Nesta quarta-feira (06), tem início a 22ª Fenearte. Com um intervalo de sete meses da realização da sua última edição, a Feira Nacional de Negócios do Artesanato (Fenearte) volta a acontecer no seu calendário tradicional.  No total, serão 12 dias de evento, indo até o dia 17 de julho, no Centro de Convenções de Pernambuco, em Olinda.

svg%3E - Saiba todos os detalhes da 22ª FENEARTE que este ano homenageia o Manguebeat
A entrada principal da Fenearte (Foto: 3D/divulgação).

Para este ano,  o evento presta homenagem ao Manguebeat, um dos grandes acontecimentos da década de 1990 no Brasil, uma revolução cultural que eclodiu em Pernambuco e seu legado identitário reverbera até hoje.

svg%3E - Saiba todos os detalhes da 22ª FENEARTE que este ano homenageia o Manguebeat
O evento presta homenagem ao Manguebeat (Foto: 3D/divulgação).

Nesta edição, a 22ª Fenearte enaltece a riqueza cultural do artesanato e o seu potencial de negócios com uma extensa programação: salões de arte, desfiles de moda, oficinas gratuitas, rodas de conversas, shows, decoração, gastronomia, atividades infantis e muito mais.  Este ano marcam presença cerca de 5 mil expositores distribuídos em 700 espaços, em uma área de 30 mil m². 

“A Fenearte é uma das maiores feiras do País. É a retomada do desenvolvimento econômico do Estado com a realização de uma das maiores ações de política pública para o artesanato. Mas não só. É o entendimento da riqueza e dimensão cultural que temos, que envolve vários setores culturais que são estruturais para a movimentação da economia criativa. É cultura como eixo do que gera renda, emprego e movimenta a economia; assim como legitima e preserva a identidade e saberes do nosso povo”, detalhou a coordenadora da Fenearte e diretora de Economia Criativa da Agência de Desenvolvimento Econômico de Pernambuco (Adepe), Márcia Souto.

Expositores de 23 estados brasileiros e do Distrito Federal marcam presença nesta 22ª Fenearte apresentando um rico panorama da produção artesanal do País. O setor internacional, sempre muito concorrido pelo público, contará com 26 países, entre eles Angola, Emirados Árabes, Filipinas, Peru, Turquia e Tailândia.

Confira os destaques da 22ª Fenearte:

  • Rodas de Conversas no Espaço Janete Costa e a presença de 3 artesãos de Minas Gerais;
  • Exposição Comemorativa – Mercado Pop;
  • 130 oficinas gratuitas somando 1.300 vagas;
  • Programação artística com Patrimônios Vivos e apresentações de influências do Manguebeat;
  • Ampla programação cultural com desfiles de moda, shows, três salões de arte e acessibilidade permeados por uma grande homenagem ao Movimento Manguebeat.
  • Participação do SOM na Rural apresentando o mais instigante da cena atual;
  • Restaurante da Casa dos Frios no mezanino celebrando 64 anos deste patrimônio pernambucano;
  • Cozinha Fenearte com aulas gastronômicas ministradas por 16 chefs pernambucanos;

Os detalhes da 22ª Fenearte:

A cenografia montada pelo arquiteto Carlos Augusto Lira (vídeo: divulgação).

A cenografia- Na entrada o público será convidado a mergulhar neste universo por meio da cenografia monumental assinada pelo arquiteto Carlos Augusto Lira e projeto visual ilustrado pelo designer André Rebouças.

A Alameda dos Mestres – O magistral abre-alas do evento dá boas-vindas aos milhares de visitantes reunindo 64 mestres artesãos pernambucanos. Entre os mestres da Fenearte deste ano, estarão a rendeira Dona Odete, de 94 anos, que há mais de 70 trabalha na confecção da renda renascença e o mais jovem representante da Ala, Mestre Gilson, de 41 anos. Com os primeiros passos na arte com apenas oito anos de idade, o escultor de Lagoa Grande é conhecido como “o caba do tatu” na região onde mora.

Arte Indígena – A arte indígena está presente na essência do povo brasileiro, sendo um dos pilares para a cultura do País. A Fenearte sempre valorizou a participação efetiva das comunidades detentoras e produtoras dessas referências culturais garantindo a participação de comunidades indígenas situadas na região Nordeste. 

Passarela Fenearte – Por meio do espaço Passarela Fenearte, que fica no mezanino do pavilhão do Centro de Convenções, estudantes de moda, estilistas locais e projetos sociais apresentam suas coleções especialmente elaboradas para esta edição do evento tendo o Manguebeat como inspiração.

 MAPE – Abrindo a Passarela Fenearte em grande estilo, a Mape é uma loja dedicada à moda autoral do Estado, iniciativa de ação pública do Governo de Pernambuco para comercialização de estilistas e criativos.

SEBRAE/PE – Nesta 22ª edição da Fenearte, o Espaço Sebrae de Economia Criativa vai ocupar uma área de 540m², disponível para exposição e vendas de produtos dos artesãos assistidos pela instituição. Ao todo, serão 68 expositores distribuídos entre produtores de artesanato decorativo e utilitário, artigos da moda autoral pernambucana e produtores de gastronomia artesanal.

Aplicativo – Pelo quinto ano consecutivo, a Fenearte terá um aplicativo exclusivo desenvolvido por alunos da rede pública estadual que já está disponível na Apple Store. A ferramenta foi criada por alunos da Escola Técnica Estadual Ariano Villar Suassuna, em Garanhuns, sob a orientação do professor Gilson Moraes. O aplicativo pode ser baixado em dispositivos móveis (smatphones e tablets compatíveis para Android e iOS) com toda programação e serviços disponíveis no evento.

svg%3E - Saiba todos os detalhes da 22ª FENEARTE que este ano homenageia o Manguebeat
O Som na Rural promete misturar tradições durante o evento (Foto: 3D/divulgação).

Som na Rural –O Som na Rural estacionará na Fenearte com uma programação que promete sacudir os visitantes com Jam sessions com influências da música Mangue, que vão misturar tradições regionais, como o maracatu, o coco e o forró, com influências nacionais e internacionais como o samba, o hip-hop, o rock e o punk-rock.

Sustentabilidade – Todo o material reciclável produzido pela feira será coletado pela Cooperativa Palha de arroz/Secretaria da Mulher do Recife: A Cooperativa Ecovida Palha de Arroz é   primeira cooperativa exclusivamente formada por mulheres no Brasil e atua na área da reciclagem desde 2016.

Projeto Pizza Maker Down – Outro sucesso na última edição que se repetirá este ano será o Projeto Pizza Maker Down. A iniciativa social unirá profissionais com Síndrome de Down que estarão todos os dias produzindo e comercializando pizzas de diversos sabores no Mezanino. 

O aguardado Espaço Janete Costa 

svg%3E - Saiba todos os detalhes da 22ª FENEARTE que este ano homenageia o Manguebeat
O Espaço Janete Costa é sempre aguardado por quem prestigia o evento (Foto: 3D/divulgação).

Idealizado por Janete em 2002, o Espaço, hoje coordenado pelas arquitetas Bete Paes e Roberta Borsoi, o Espaço Janete Costa segue com a proposta de inserir elementos do artesanato e da arte popular em ambientes atuais, dando provas de suas versatilidades e promovendo novos olhares. 

Visando promover um intercâmbio entre artesãos locais e do resto do Brasil, a Fenearte trará para o Espaço Janete Costa três mestres artesãos ceramistas de Minas Gerais: José Alves da Silva (Caraí), Margarida Pereira da Silva (Caraí) e Lucineia de Souza (Taiobeiras). Trata-se de uma oportunidade para troca de experiências e reforçar o conceito da Feira de valorizar a arte popular.

Para reforçar este importante legado, o Espaço Janete Costa será ponto de encontro para discussões, aprendizados e reflexões.

svg%3E - Saiba todos os detalhes da 22ª FENEARTE que este ano homenageia o Manguebeat
As palestras que poderão ser encontradas no Espaço Janete Costa (Foto: 3D/divulgação).

Os Salões de Arte Popular e Galeria de Reciclados 

Abrindo-se para a pluralidade de produção artesanal artística, a Fenearte apresenta o 17º Salão de Arte Popular Ana Holanda, o 6º Salão de Arte Popular Religiosa e a 15ª Galeria dos Reciclados. As mostras reúnem obras selecionadas desses concursos, que têm abrangência nacional e tiveram mais de 200 inscrições de diversas partes do País. São trabalhos que remetem ao tema da Feira e dialogam entre si, ampliando os sentidos de promoção e difusão artística. 

O arquiteto e colecionador Carlos Augusto Lira é o coordenador do 17º Salão de Arte Popular. Para o 6º Salão de Arte Popular Religiosa, Frei Rinaldo Pereira selecionou peças que traduzem a pluralidade de representações religiosas. O designer Ticiano Arraes s é responsável pela 15ª Galeria de Reciclados com criações que contribuem para uma reflexão sobre a sustentabilidade.

As Praças de Descanso da Feira foram feitas por estudantes de arquitetura 

Em parceria com o Conselho de Arquitetura e Urbanismo (CAU) , foram selecionados seis projetos arquitetônicos para ambientação das praças de descanso espalhadas no percurso da Feira. Por meio de um edital, que convocou alunos dos cursos de arquitetura e design de todo o estado, 12 projetos foram inscritos. 

A ação aproxima os alunos e a academia do universo do artesanato e arte popular, além de proporcionar uma vivência dentro da área de arquitetura efêmera, já que estimulam que os estudantes não apenas projetem, mas participem efetivamente da montagem e execução dos seus projetos.

Composição da Fenearte

svg%3E - Saiba todos os detalhes da 22ª FENEARTE que este ano homenageia o Manguebeat
Uma das cenografias criadas para a Fenearte (Foto: 3D/divulgação).

Área externa – Espaço Janete Costa, Balcão de Informações, Salão de Arte Popular Ana Holanda, Salão de Arte Popular Religiosa, Galeria de Reciclados, Fenearte Cidadania e Bilheterias. 

Área interna – Alameda dos Mestres, Expositores Individuais de Pernambuco setorizados por tipologia, Programa do Artesanato Brasileiro (PAB), Prefeituras e Associações de Pernambuco, Escolinha de Arte do Recife, Expositores Individuais de outros estados, Sebrae, Internacional, Fenearte Solidária, Secretarias Parceiras, Praças de Descanso, Alimentação Artesanal e Praça de Alimentação com o palco e Som na Rural.

Mezanino– Passarela Fenearte, Bar Apecerva, Casa dos Frios, Exposição Mercado Pop, Projeto Pizza Maker Down, Oficinas, Coordenação, Rádio Fenearte e Imprensa.

Os dias e horários da  22ª Fenearte

Data: 06 a 17 de julho de 2022.
Horário de abertura: das 14h às 22h, de segunda a sexta, e das 10h às 22h, aos sábados e domingos.

Sobre os ingressos: 

Segunda a quinta: R$10,00 (inteira) e R$5,00 (meia) ;
Sexta, sábado e domingo: R$12,00 (inteira) e R$6,00 (meia).

Pontos de vendas

Shopping Tacaruna, Shopping RioMar, Shopping Recife, Shopping Boa Vista, Shopping Plaza e Centro de Artesanato de Pernambuco; Bilheterias do evento no Centro de Convenções.
Venda online: www.ticketsimples.com
Observação: Meia-entrada para estudantes, crianças até 12 anos, professores e pessoas com mais de 60 anos, servidores do sistema estadual de ensino, portadores de câncer, jovens pertencentes a famílias de baixa renda e pessoas com deficiência, doadores de sangue frequentes e medula óssea. Todas com a devida documentação comprobatória.


Zeen is a next generation WordPress theme. It’s powerful, beautifully designed and comes with everything you need to engage your visitors and increase conversions.