#SIM!101:Mais projetos de Energia Solar

unnamed 44 897x494 - #SIM!101:Mais projetos de Energia Solar

O assunto Energia Solar foi o tema de uma das matérias da Revista SIM!101. O debate sobre o assunto só cresce. Separamos dois projetos que fazem uso dessa nova forma de produção de energia. Confira:

Para usar menos recursos naturais, várias tecnologias foram aplicadas em uma residência na região metropolitana de Campinas. A primeira casa com certificação Leed For Homes( um selo ambiental internacional, reconhecido em 154 países, que orienta e atesta o comprometimento de uma construção com os princípios da sustentabilidade antes, durante e depois da obra), no país foi planejada e construída por motivações que vão muito além de diminuição de custos, investimentos ou crises hídricas e energéticas. Finalizada há pouco mais de quatro meses, a obra foi pensada e estruturada para garantir a manutenção dos recursos naturais e dar exemplo.

Entre as principais tecnologias utilizadas na casa estão o reaproveitamento de água da chuva, a reutilização de água cinza (em descarga, rega de jardim etc.), eletrodomésticos com tecnologia inverter (que economizam até 40% de energia elétrica), luminárias com lâmpadas do tipo LED, pisos e revestimentos produzidos de maneira sustentável e com material reciclado, além de sistema de aquecimento solar para as águas do banho e sistema de placas fotovoltaicas para produção de energia, desenvolvido e instalado pela Neosolar Energia.

Ainda sobre a energia, o proprietário comenta que, mesmo que a casa não fosse certificada, a produção por meio de fonte solar era uma de suas prioridades desde a concepção do projeto. Agora que está concluído, a residência tem capacidade para gerar 250 kWhde energia por mês. Para conseguir realizar o desejo de ter uma casa que servisse como modelo de eficiência energética, com consumo consciente de recursos hídricos e práticas sustentáveis na utilização dos recursos naturais para as gerações futuras, o proprietário contou com o trabalho da Neosolar Energia e outras empresas e profissionais, todos pioneiros na construção sustentável no país.

Um setor que vem investindo nessa nova forma de produção de energia é o setor de hotelaria. Estima-se que na grande maioria dos hotéis, o custo com energia seja um dos mais altos para o negócio. Nesse contexto, a geração da energia elétrica solar surge como uma luz no fim do túnel para reduzir o valor da conta, diminuir a emissão de CO2 e utilizar uma fonte de energia limpa e renovável. A boa notícia é que, se antes, transformar luz solar em energia era uma realidade muito distante para pequenas e médias empresas, hoje em dia, esse processo tem se tornado cada vez mais acessível e, até mesmo, vantajoso. O segredo está em trocar o valor da conta de luz que nunca acaba e sempre tem reajustes, por um financiamento que já começa menor que a conta de luz no primeiro mês e tem data para acabar, deixando o empresário livre do custo recorrente da conta de luz por mais de 25 anos.

O Hotel Spaventura, localizado em Ibiúna, a 75 quilômetros da capital paulista, a estância turística foi a primeira a gerar energia solar fotovoltaica para suprir 100% do seu consumo. Ao todo, para a conversão da energia foram instaladas 167 placas fotovoltaicas, responsáveis pela geração de 5.000 KWh por mês. A instalação, realizada em outubro de 2013, foi a opção encontrada pelo proprietário, Alexandre Haberkorn, para contribuir de maneira efetiva para a redução de CO2 no meio ambiente e reduzir os custos com a conta de luz. “A energia solar fotovoltaica é uma forma bastante prática e eficiente de combatermos as mudanças climáticas e todos os problemas a ela associados. Vivemos uma crise socioambiental nunca vista e temos o dever de fazer algo para minimizar esses problemas. Produzir energia limpa é uma das formas para caminharmos para um futuro mais sustentável”, acredita Alexandre.

 

Join the discussion

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *