Projetando espaços criativos para as crianças

FABIANA VISACRO 180430 002 897x494 - Projetando espaços criativos para as crianças

Projetar espaços voltados para as crianças requer criatividade, que lhes ofereça autonomia e, claro, muita segurança. Seja o quartinho de dormir, a brinquedoteca ou mesmo uma loja comercial voltada para o público infantil, estes ambientes precisam, além de muita vivacidade, cuidados extremos para que os pequenos possam aproveitá-los da melhor maneira possível.

ambientes jovens
Fundamental aproveitar o espaço da melhor maneira (Foto: Divulgação)

Segundo a psicóloga e designer de interiores Fabiana Visacro, ao criar um espaço infantil, a prioridade é pensar na segurança, além da praticidade para manter o ambiente limpo e conservado, investindo em um material adequado. “Entre os pisos considerados mais práticos para limpeza estão o piso vinílico e o porcelanato. Considerando que o porcelanato é um piso mais frio e as crianças gostam de brincar no chão, o ideal é usar o vinílico, que além de prático é mais quentinho. O piso emborrachado é também uma boa opção. O ideal é que todos os móveis como mesinhas, cadeiras, instalação da TV, sejam proporcionais à altura de quem vai usar o espaço. Nos meus projetos, sempre especifico a laca para ambientes infantis”, indica.

Espaços criativos
Móveis proporcionais à altura dos pequenos (Foto: Divulgação)

As designers de interiores Linda Martins e Cris Araújo, do escritório Maraú Design Studio, também são adeptas do uso de piso vinílico nos espaços infantis e ressaltam que, além da beleza, utilizar um mobiliário lúdico e confortável é essencial para estes ambientes. “Móveis com cantos arredondados e pisos vinílicos trazem conforto térmico e acústico aos ambientes. As cores e texturas, por exemplo, têm papel fundamental em projetos infantis, pois as crianças precisam de incentivo visual e, assim, podemos ousar bastante, tirando o máximo proveito disto”, revelam.

espaços criativos para crianças
Móveis com cantos arredondados oferecem conforto (Foto: Divulgação)

Ao se tratar de cores e texturas, Fabiana explica que estas estão entre as primeiras formas de se expressar da criança, antes mesmo de aprender a falar e, por isso, são fundamentais no espaço infantil.

Em recente projeto para uma loja de roupas infantis, a arquiteta Gláucia Britto apostou nas tonalidades nudes para compor o ambiente, dando destaque às cores dos produtos a serem comercializados. Além disso, o mobiliário, aberto e mais baixo, propicia que as crianças vejam as roupinhas e, também, possam senti-las.

 

Criatividade nos quartos

Há um espaço da casa onde praticamente não existem limites. A imaginação, a criatividade e a arquitetura pensada com carinho costumam reger os projetos de quartos infantis da arquiteta Karina Korn, do escritório Karina Korn Arquitetura. Cada ambiente – desde aqueles destinados aos que já estão na adolescência, até os planejados para os pequeninos – é pensado de acordo com o gosto dos jovens moradores. A proposta da profissional é criar espaços perfeitos para protagonizar as brincadeiras mais divertidas, o momento dos estudos e os sonhos agradáveis. “O conceito perfeito do quarto é quando o décor cresce junto com os pequenos, acompanhando-os até a adolescência”, afirma Karina Korn.

criatividade nos espaços
Ambientes devem ser pensado pelo gosto dos ocupantes (Foto: Divulgação)

Conforto e aprendizado: essas duas são as palavras-chave desse quarto. Ele pertence ao filho mais novo, considerado mascote da família, cujo pedido principal foi o tom esverdeado da parede e dos móveis. Os baús coloridos, com formas de acrílico, unem decoração e função, assim como um quadro que abriga sua coleção de carrinhos. De base neutra, o quarto crescerá junto do pequeno.

crianças com espaço
Cama mais baixa oferece segurança (Foto: Divulgação)

A cama, baixinha, estimula a independência da criança. Todo o quarto é pensado dessa forma. A grande bancada faz às vezes de mesinha para atividades e desenho, enquanto um espaço com nichos deixa à mão os brinquedos que são os favoritos do momento. Conforme as prateleiras ficam mais altas, outros brinquedos as ocupam, cumprindo também o papel de decoração.

espaço crianças
Cores suaves no quarto das irmãs (Foto: Divulgação)

Cores doces imperam no quarto de duas irmãs. Parceiras, suas camas ficam lado a lado, separadas por um trecho da marcenaria e diferenciadas pela roupa de cama: uma lilás e outra rosa, combinando com as listras do papel de parede que deixa o ambiente ainda mais divertido.

Os móveis são o sonho de qualquer menina. Além de uma bancada de estudos em frente à janela, permitindo que as garotas acompanhem as tarefas com a vista do bairro, há um grande armário e uma penteadeira estilosa permitindo que elas se sintam verdadeiras estrelas de cinema.

arquitetura de interiores
Funcionalidade e aconchego para brincar (Foto: Divulgação)

Um verdadeiro reino dedicado ao brincar! Uma escada – que também serve de cômoda – leva a um elegante mezanino com futons onde os pequenos que dividem o quarto podem brincar. O recorte curvo e o guarda-corpo de acrílico deixam o móvel sofisticado, de maneira que, mesmo na pré-adolescência, os moradores continuarão adorando a estrutura e suas possibilidades.

Join the discussion

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *