Intersecoes 2015 rb - Co(s)mic é a nova expo de Kilian Glasner

Co(s)mic é a nova expo de Kilian Glasner

Intersecoes 2015 rb 300x273 - Co(s)mic é a nova expo de Kilian Glasner
A mostra reúne 12 obras em desenho e um objeto em neon

Depois de dois anos de sua última exposição na Galeria Amparo (Lugar Nenhum, 2014), Kilian Glasner volta à galeria trazendo a exposição Co(s)mic. Com curadoria de Eder Chiodetto, a mostra reúne 12 obras em desenho e um objeto em neon, todos inéditos e produzidos recentemente, entre 2015 e 2016. Os desenhos têm formatos variados e utilizam técnicas diversas como pastel, nanquim e óleo.

O universo dessa exposição transita entre o Cosmic e o Comic. Segundo o curador, essa nova safra de obras de Kilian Glasner, reunidas em torno de Co(s)mic, parece flagrar um instante de sua carreira no qual detecta-se a confluência de referências que lhe são caras e que surgem agora imbricadas: a cosmogonia, a estética comic e a Pop Art. Desse mistura inusitada de referências à história da arte e também à história da linguagem, percebe-se tanto a ideia da expansão do universo, como a explosão da paleta de cores que foge por completo a uma mimese daquelas encontradas na natureza. “Seja nas luzes que transpassam suas nebulosas e nos levam um lugar indeterminado, seja na cintilância que vibra em cores lisérgicas, seu trabalho parece começar a abrir caminhos. O figurativo, muitas vezes inspirado por fotografias, assume cada vez mais contornos de irrealidade fabular”, destaca Chiodetto.
Artista que desde o início da carreira se notabilizou por trabalhar nas fronteiras entre linguagens díspares como o desenho, a fotografia, a instalação e o vídeo, Killian Glasner revela em seus trabalhos mais recentes a maturidade de quem trafegou nesses limites para chegar à essência da imagem: traço, luminosidade, textura, perspectiva. Cada uma dessas categorias parecem ter sido decantadas ao limite até encontrarem sua natureza mais íntima como código de comunicação com o espectador.

“O constructo da imagem, aquilo que lhe é inerente por condição, emerge de forma essencialista em suas séries, indiferente da linguagem em que o artista opta por desenvolver seus trabalhos. Tudo é desenho. Tudo é ponto, traço, luminescências, potências de perspectivas. Recombinados pela intencionalidade errática, uma vez que a porta do acaso segue aberta para incorporar poéticas labirínticas que a racionalidade poderia obliterar, suas obras nos conduzem para a imbricação das linguagens que emergem a partir de uma rara sensibilidade de quem sabe contemplar a paisagem do mundo de um ponto de vista bastante particular e amplamente poético”, explica o curador.

SERVIÇO
Co(s)mic – Kilian Glasner
Curadoria: Eder Chiodetto
Abertura 10 de maio de 2016, às 19h
Visitação de 11 de maio a 08 de julho de 2016.
Segunda a sexta, das 9h às 18h.
Sábados das 10 às 14h (Com agendamento prévio)
Galeria Amparo 60
Av. Domingos Ferreira, 92 A
Boa Viagem, Recife – PE

Zeen is a next generation WordPress theme. It’s powerful, beautifully designed and comes with everything you need to engage your visitors and increase conversions.