Faculdade de Arquitetura UFBA - Arquitetura modernista em exposição
Faculdade de Arquitetura da UFBA (Foto: Divulgação)

Arquitetura modernista em exposição

A Galeria Janete Costa, no Parque Dona Lindu, recebe de 16 a 24 deste mês a exposição “Diógenes Rebouças: cidade, arquitetura e patrimônio”. A mostra contempla amplas maquetes, fotos e vídeos e integra as comemorações do centenário do arquiteto modernista baiano, nascido em 1914 e falecido em 1994. A exposição é a primeira, após quase cinco anos, dedicada à arquitetura moderna que acontece no espaço projetado em Boa Viagem, Zona Sul do Recife, pelo modernista Oscar Niemeyer, ícone do estilo – no ano da inauguração, em 2011, o parque sediou mostra de desenhos do carioca.

Contemporâneo de Niemeyer, Diógenes Rebouças foi um dos um dos principais arquitetos modernos do País e costumava consultar o carioca em seus projetos mais importantes. Entre as inúmeras obras do baiano, estão a Faculdade de Arquitetura da Universidade Federal da Bahia e o Complexo Esportivo da Fonte Nova, ambos em Salvador, e o Hotel de Paulo Afonso, no interior baiano. “Diógenes Rebouças certamente ficaria muito feliz com a montagem de exposição em espaço projetado por Niemeyer”, afirma o curador da exposição, Nivaldo Andrade, arquiteto e professor da Faculdade de Arquitetura e do Programa de Pós-Graduação em Arquitetura e Urbanismo da Universidade Federal da Bahia (UFBA).

As 16 maquetes são o grande destaque da mostra, representando os principais projetos do arquiteto, de residências à Penitenciária do Estado. Estarão também expostos reproduções de desenhos originais, fotos e vídeos, além de uma linha do tempo de quase 20 metros. Na noite da abertura, o sábado dia 16, a exposição funcionará das 17h às 20h. Nos demais dias – 17 a 24 deste mês -, o horário será ampliado, começando às 12h. A entrada é gratuita.

Recife é a segunda parada da exposição – durante um mês, ano passado, ficou no foyer do Teatro Castro Alves, em Salvador, e foi vista por mais de dez mil pessoas. A escolha pela capital pernambucana não é à toa. A mostra acontece paralelamente ao XI Seminário Docomomo Brasil, dedicado à arquitetura moderna e que se realiza na cidade de 17 a 22 deste mês. “Diógenes Rebouças é um dos grandes nomes da arquitetura brasileira do século 20”, define o coordenador geral do seminário Docomomo, Luiz Amorim.

Diógenes Rebouças tem a maioria dos trabalhos erguida no Nordeste – além da Bahia, possui obras em Sergipe e Alagoas. Em Pernambuco, ele chegou a ser consultor da Fundação de Desenvolvimento da Região Metropolitana do Recife (Fidem) nos anos 70. Também foi consultor do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan). Além dos projetos, ensinou por mais de trinta anos no curso de arquitetura da Universidade Federal da Bahia e foi responsável pela ida à Bahia de nomes como a ítalo-brasileira Lina Bo Bardi, que projetou o Museu de Arte de São Paulo.

A exposição “Diógenes Rebouças: cidade, arquitetura e patrimônio” é promovida pela Faculdade de Arquitetura da Universidade Federal da Bahia e Instituto de Arquitetos do Brasil – Departamento da Bahia, com apoio financeiro do Fundo de Cultura da Bahia, Odebrecht e Conselho de Arquitetura e Urbanismo da Bahia.

Serviço
O que: Exposição “Diógenes Rebouças: cidade, arquitetura e patrimônio”
Onde: Galeria Janete Costa, Parque Dona Lindu, Recife
Quando: De 16 a 24 de abril de 2016
Horário: abertura, dia 16: das 17h às 20h; e de 17 a 24, das 12h às 20h
Entrada gratuita

Zeen is a next generation WordPress theme. It’s powerful, beautifully designed and comes with everything you need to engage your visitors and increase conversions.

Leia Mais
revistaSIM Arquitetura sistemica Destaque Credito Dariusz Jarzabek Shutterstock 390x390 - Arquitetura modernista em exposição
Já ouviu falar em Arquitetura Sistêmica?